Vai abrir um negócio físico ou online, está insatisfeito com o seu sistema de pagamentos, perde vendas ou o suporte deixa a desejar? Este post foi feito para você. Inicialmente, é preciso entender que existem basicamente três tipos de sistemas disponíveis no mercado: Adquirentes de Cartão de Crédito, Gateways de Pagamento e Intermediadores de Pagamento. Cada um deles apresenta características semelhantes, mas possuem funcionalidades diferentes que se adéquam às principais necessidades mercadológicas. Quer saber mais sobre eles? Acompanhe.

Adquirentes de cartões

Os adquirentes de cartões funcionam como processadores das operações relacionadas às transações feitas com cartão de crédito no momento da compra e o pagamento dos valores ao lojista. Os adquirentes geralmente alugam as máquinas de cartão para os pontos de venda e assim fazem a conexão entre o cliente, bandeiras dos cartões e a loja, repassando os valores das compras ao lojista. Sobre esse valor, incidem taxas em cada transação processada.

Vantagens

  •           É possível adquirir máquinas que operam de qualquer lugar, podendo ser levadas até a casa do cliente;
  •           Dependendo da empresa adquirente, o dinheiro é liberado antes do prazo de 30 dias, o que é comumente praticado;
  •           Porcentagem varia conforme o tipo de pagamento, sendo mais alta nas compras parceladas;
  •           A empresa oferece a manutenção inclusa na mensalidade;
  •           É possível integrar com a loja virtual.
  •           Além da porcentagem, é cobrada uma mensalidade;
  •           Há sempre a necessidade de mais de uma máquina de cartão, pois costumam apresentar falhas no envio ou sinal fraco;
  •           O pagamento pode ser feito em um prazo de 30 dias ou mais, conforme o tipo de venda realizada.

Desvantagens

Gateways de pagamento

Os gateways são canais que disponibilizam conjunto de APIs para comunicação com os Adquirentes, capazes de armazenar as informações do cliente passadas pela loja virtual. O Gateway e a loja se comunicam por meio de um webservice, sendo uma opção indicada para operações que demandam um controle maior sobre os pagamentos.

Vantagens

  •           Reduzem o tempo e custos que seriam aplicados para o desenvolvimento e operação de uma plataforma própria de pagamento;
  •           Simplificam a conexão virtual de forma direta com operadoras e bancos;
  •           É possível adaptar a qualquer tipo de processo de cobrança e checkout;
  •           Fornecem soluções como o pagamento de uma mesma compra com dois cartões;
  •           Facilitam operações como cobrança recorrente, estorno de pagamento, conciliações financeiras, entre outras.
  •           Não permitem o controle de fraudes, sendo necessária a terceirização;
  •           Requer convênios com operadoras e bancos, em contratos que podem levar até 60 dia para se concluir.

Desvantagens

Intermediadores de Pagamentos

Intermediadores de pagamentos também podem ser chamados de facilitadores ou intermediários de pagamentos, e como os nomes sugerem, são responsáveis por intermediar as vendas com o cartão de crédito ou boleto. São algumas das principais opções para lojas virtuais que têm a necessidade de vender logo.

Vantagens

  •           Ideais para iniciantes e lojas menores;
  •           Apresentam diferentes meios de pagamento sem a necessidade de convênios com bancos ou operadoras;
  •           O intermediador assume os riscos, sendo uma garantia contra fraudes;
  •           Vendas são depositadas em até 14 dias;
  •           Fácil implantação e operação.
  •           Em algumas situações, é necessário fazer cadastros adicionais, ocasionando em perda de vendas;
  •           Taxas mais altas;
  •           Demoram na aprovação das vendas;
  •           As vendas podem ser negadas pelo intermediário.

Desvantagens

Qual escolher?

A escolha por uma das formas apresentas deve ser feita após um planejamento para a definição daquela que mais se encaixa no negócio. Para isso é importante avaliar o segmento que atua, o público, quanto quer e pode pagar pelas taxas, quais os serviços oferecidos, a segurança, entre outros fatores. É importante que seja uma opção que facilite as operações, que seja viável e escalável, conforme o negócio for crescendo.

Gostou do artigo ou ficou com alguma dúvida? Conte para nós por meio dos comentários, não deixe de acompanhar as nossas postagens no blog e boas vendas.

Conheça a Plugg.to, o melhor Hub de Integração com Sistemas de marketplaces.