Você que está pensando em abrir um pequeno negócio ou que possui experiência, mas busca estratégias de alavancar as suas vendas, já ouviu falar em um marketplace? Basicamente, o marketplace é um site, um espaço que permite que compradores e vendedores interajam para efetuar uma transação comercial. O marketplace, portanto, facilita a interação entre o vendedor e o comprador para garantir que a transação seja efetuada nas melhores condições. Além disso, a plataforma é um ambiente seguro para a prática dessas relações comerciais. Mas como um marketplace permite o aumento das vendas do pequeno lojista?

Um mercado sempre em expansão

Para falar da importância de um marketplace para as vendas é essencial resumir o cenário em alguns números: os marketplaces no Brasil representam mais de 51 milhões de potenciais compradores. Os mais conhecidas do mundo são o eBay e a Amazon – só o volume de negócios anual da Amazon em 2015 correspondeu a 79 milhões de dólares, alcançando cerca de 80 milhões de visitantes por mês. O site tem atualmente mais de 183 milhões de produtos disponíveis para venda. Ou seja: um bom fluxo de público e de potenciais compradores não vai faltar nesse ambiente.

Uma maneira conveniente de ter um negócio on-line

Geralmente, em um marketplace é possível encontrar produtos físicos (DVDs, livros e roupas, por exemplo) e também mercadorias intangíveis como códigos-fonte e e-books. Uma plataforma de marketplace garante o pagamento pelo comprador e a entrega pelo vendedor. O sistema antifraude possibilita fomentar um clima de confiança nas transações. Essa confiança é medida pelo nível de satisfação do cliente e pelos critérios de qualidade existentes na própria plataforma.

Um mercado online também permite que um lojista tenha grande visibilidade e produtos acessíveis a milhões de visitantes. Além disso, o posicionamento dessas plataformas nos motores de busca é altamente otimizado, o que proporciona o acesso de um número cada vez maior de pessoas.

Uma das principais vantagens de um marketplace é que ele possui todas as funcionalidades típicas de uma loja online. Para começar a vender é preciso cumprir algumas exigências, registrar e adicionar os produtos, e, uma vez aprovados, estes serão colocados à venda. A cada negócio fechado, o mercado on-line fica com uma comissão, que normalmente corresponde de 10%  a 30 % do preço da venda. A plataforma em si lida com todo o processo de compra: é ela a responsável pelo processamento de pagamentos e por oferecer uma página onde é possível mostrar seus produtos, sua descrição e suas características.

Quais as vantagens de vender em um marketplace?

Não é necessário investimento inicial

Vender em uma marketplace não exige que o seu micronegócio tenha o seu próprio e-commerce, uma vez que utilizará a plataforma de terceiros para montar a sua loja on-line. Outra vantagem é que o investimento inicial é muito pequeno ou inexistente.

Tem alto tráfego de visitantes

Todo o esforço de comunicação para atrair visitantes que possivelmente vão adquirir produtos fica a cargo do marketplace, Além disso, o cliente encontra tudo no mesmo lugar e permanece mais tempo navegando nessa página da web, o que pode levá-lo a comprar o seu produto.

Possui a confiança do cliente

Ao comprar on-line, é mais fácil para um cliente confiar em uma empresa já estabelecida na qual pode ver, por exemplo, opiniões de outros clientes, do que em uma loja de e-commerce recém-criada.

Serve também como um teste

Além de tudo já descrito acima, colocar os seus produtos em um marketplace adequado pode servir para testar se as mercadorias são bem recebidas pelos clientes online e, em caso positivo, proporcionar ao seu negócio novas oportunidades de lucro e expansão.

Você já usa um marketplace para impulsionar as vendas da sua loja? Com um marketplace é possível conquistar mais clientes e aumentar o seu faturamento. Você também vai gostar de conhecer nosso Hub de Integração, que facilita ainda mais o uso de Marketplaces!