Um dos maiores desafios e, ao mesmo tempo, soluções para otimizar o tempo das lojas virtuais é a integração via API para Marketplaces.  Por isso, ao escolher uma integradora para sua loja virtual tenha certeza de que essa funcionalidade é rápida e assertiva.

Se você ainda não escolheu sua integradora temos um post aqui para auxiliá-lo!

Mas o que é API e como ela pode me ajudar a ganhar tempo nas vendas via Marketplaces? Vamos explicar a importância de uma API eficaz e outros pontos para que você economize tempo e possa cuidar da sua loja virtual.

 

O que é API?

API – termo em inglês para “Application Programming Interface”. Traduzindo para o português “Interface de Programação de Aplicativos”.

Na prática, é um conjunto de programações que interliga sistemas e/ou sites. Com isso, transfere as informações necessárias para uma ação solicitada conforme a demanda. Um dos exemplos mais populares é o google maps.

Sabe aquele site que disponibiliza o maps, sem que você precise sair dele? Isso é feito via API! O código da API do google maps foi “plugado” no site para obter essa funcionalidade sem que você saia do site em que já estava navegando.

 

Integração via API para Marketplaces

Uma das grandes funções da integração via API para Marketplaces é a rapidez no envio de informações. E, a partir disso, o cadastro de suas ofertas torna-se mais ágil, resultando em uma exibição mais rápida nos grandes players.

Para que tudo ocorra de forma satisfatória e rápida, sua integradora precisa saber quais as principais regras de cadastro dos Marketplaces. Além disso, é necessário que essa funcionalidade esteja funcionando 100%. A integração de produtos via API é um dos grandes desafios do mercado e necessita de uma ótima ferramenta.

Será via API que sua integradora enviará seus itens para venda nos Marketplaces de forma rápida. As informações dos seus produtos serão automaticamente integradas ao sistema do player em que você vende seus produtos, economizando significativamente o tempo que você gastaria para cadastrar os itens, um a um.

 

Como Ganhar tempo com a Integração Via API para Marketplaces?

Primeiro passo para otimizar seu tempo com envio de informações para os Marketplaces é escolher uma integradora com uma API rápida e que funcione, de verdade! Outro ponto é priorizar uma integradora com uma vasta lista de Marketplaces que podem ser conectados.

Desta forma, além de ter uma gama maior de possibilidades para vender seus produtos, você tem a confiança de que sua integradora conhece bem o mercado e as regras dos grandes players. Esse conhecimento do padrão de cada Marketplace é fundamental para o sucesso das suas ofertas.

Uma API fácil é um dos grandes diferenciais que uma integradora de Marketplace pode oferecer. Esteja atento a isso!

Uma boa ferramenta e o conhecimento das regras é só o começo. Você precisará ter sua API configurada para enviar exatamente as informações exigidas por cada Marketplace para exibição das suas ofertas, pois, do contrário, seus produtos serão recusados ou ficarão em uma fila de cadastro sem fim.

Por exemplo: se o Marketplace X tem como regra o envio obrigatório da informação de garantia do produto em meses e sua API não estiver configurada para enviar desta forma, você pode ter seus SKUs recusados. A conversa entre Integradora > API < Marketplaces deve ser bem alinhada.

 

Erros de APIs no cadastro de produtos: fique atento!

Alguns erros podem influenciar diretamente a entrada dos seus produtos nos Marketplaces, como falamos acima. Em muitos casos o que era para ser ágil, torna-se uma verdadeira dor de cabeça. Os grandes players do e-commerce mantém equipes de conteúdo especificamente para o cadastro de produtos. Eles são responsáveis por validar o conteúdo de cada lojista.

Uma equipe de conteúdo faz a curadoria dos SKUs enviados para seus sistemas de diversas formas, inclusive, via API. E é nesse momento que a falta de conhecimento e configuração correta de sua API podem tornar suas vendas nos Marketplaces uma história sem fim.

Caso exista erros na sua integração via API para Marketplaces, em alguns players, irá afetar o seu conteúdo. Isso é feito por uma equipe de cadastro de produtos. Vamos imaginar que você realizou o envio de 500 SKUs via API. Quando recebido pelo Marketplace, a equipe que cadastrou, identificou que o título, a descrição e alguns atributos, estavam fora do padrão.

Nesse momento, começa a curadoria do conteúdo. Porém, eles irão revisar e adaptar todos os SKUs para o padrão necessário que levará à exibição das suas ofertas. Com isso, o tempo para cadastro dos produtos será maior. Em um grande player de e-commerce existem milhares de Sellers enviando seus produtos. Já pensou na fila que o seu produto ficará até ser exibido no site?

Pois é! Por isso, é importante saber junto a sua integradora se ela conhece os padrões de cada Marketplace e se sua API funcionará de acordo com essas normas de envio. Verifique suas necessidades e se as mesmas serão supridas pela integradora escolhida.

 

Concluindo

Quando for “plugar” em um Marketplace e enviar suas ofertas via API tenha certeza de que tudo está configurado conforme o padrão dos players.

Opte por uma integradora com sistema de API fácil e que proporcione velocidade e assertividade em suas demandas.

Assim, suas ofertas serão exibidas com qualidade e muito mais rápido nos grandes Marketplaces do mercado.

Boas Vendas!