Hoje iremos contar para você a diferença entre marketplace e loja virtual.

Loja virtual e Marketplace são negócios interligados: Um praticamente depende do outro para sobreviver, já o outro não. Continue lendo e já já você poderá diferenciá-los de uma vez por todas.


O mundo do e-commerce possibilita aos empreendedores diversas formas de ganhar dinheiro na internet. Com os avanços tecnológicos, o número de negócios digitais foi aumentando ao longo dos anos.
Existiu um “boom” de lojas virtuais em meados dos anos 2000 que transformou o mercado digital. Novos serviços e especialidades foram criadas e fazem, atualmente, um trabalho importante para manter o sucesso do comércio eletrônico.

Loja Virtual x Marketplace

Aqui você vai encontrar algumas características que tornam a compreensão da diferença entre loja virtual e Marketplace mais clara. Vamos então à diferença entre Marketplace e loja virtual.

Características de uma Loja Virtual

Uma loja virtual oferta produtos para compra e possibilita o pagamento de forma segura, além de cuidar de toda parte logística – do envio de pedido até o atendimento ao cliente. Tudo isso é feito em uma plataforma de e-commerce que auxilia o dono da loja virtual na gestão do seu negócio.

Em uma loja virtual você define ações de marketing para os seus produtos, gerencia todo seu estoque e faz toda parte de relacionamento com o cliente de forma direta. Num breve resumo: o dono de uma loja virtual cuida de todo o processo de vendas online.

É possível definir sua árvore de categoria da melhor forma para sua estratégia de vendas.

Também é possível cadastrar produtos com o padrão de conteúdo que for definido como melhor para o seu negócio. Como título dos produtos descrições, imagens, etc.

Por isso, a melhor definição para diferir uma loja virtual de um Marketplace é que em uma loja virtual você não tem um intermediário de suas vendas. Tudo é feito de forma direta, usando o seu espaço virtual e o seu padrão de qualidade.

Características de um Marketplace

Vender em um Marketplace é diferente, pois, o dono de uma loja virtual utiliza a plataforma de vendas do proprietário do Marketplace para expor suas ofertas.

Geralmente as grandes empresas do e-commerce no país são detentoras dos maiores marketplaces.

Desta forma, um seller (termo utilizado para identificar um lojista dentro de um marketplace) usufrui de toda experiência em vendas online, tecnologia e, principalmente, da visibilidade que as grandes marcas têm em seus sites.

Ou seja, o marketplace é um cedente de seu espaço para que outras lojas possam exibir seus produtos e se favorecer deste conjunto de qualidades.

Em troca, o seller tem uma cobrança de comissão dos marketplaces, para cada venda.

Como identificar um produto de um lojista dentro de um Marketplace?

Hoje em dia a maioria das grandes bandeiras do e-commerce possuem o formato de vendas em marketplace. Por isso, você pode visitar um site como o do “Pontofrio.com” e se deparar com vários sellers vendendo seus produtos por lá.

Quando você acessar uma página de um produto, além de todas as informações necessárias para venda do produto no site: Título do produto, imagens, preço de venda, campo para cálculo de frete, etc. Será possível visualizar uma mensagem:Vendido e Entregue Por: loja xyz

Aqui temos um post com os 7 erros que você não deve cometer ao montar uma loja virtual

É muito importante realizar um bom planejamento antes de definir qual será sua estratégia de vendas. Lembrando que você pode optar apenas por um destes canais ou vender pelos dois.

E ai, agora que você sabe a diferença entre marketplace e loja virtual, vamos comercializar?

Boas Vendas!