Para vender nos Marketplace é interessante conhecer muito bem o seu negócio. Isso se torna extremamente importante para ter a exata noção de o que e como vender. Marketplace tem um conceito de shopping. Neste caso, um shopping online onde o cliente final pode encontrar diversos tipos de loja.

Saiba o que é marketplace em nosso post que explica o assunto de forma completa aqui.

Toda essa diversidade de ofertas e alta concorrência no ambiente online pode levar muitos donos de loja virtual ao dilema de vender todo o seu sortimento ou não. E esse dilema pode levar a sua loja a um equívoco de estratégia.

Devo Vender Todo Meu Sortimento no Marketplace ou não?

A resposta para esse questionamento é: depende! E dependemos de algumas variáveis. Vender todo seu sortimento em um Marketplace pode lhe deixar distante em seus objetivos de venda. Pois, quanto maior a diversidade, menor será o foco das vendas dos seus produtos.

Pense nisso antes de enviar seus itens para o Marketplace. Vamos imaginar uma loja virtual cujo os 10 itens mais vendido misturam itens de informática e smartphones. Porém, empolgados com o alcance dos marketplaces, os donos resolveram enviar todo o sortimento.

O sortimento da loja conta com produtos de beleza, moda feminina, utensílios domésticos, decoração, além dos já citados: Informática e smartphones.

Se levarmos em consideração que as demais categorias tem um volume baixo de vendas, concluímos que com o alcance de um grande player, teremos um aumento nas vendas certo? Mas, e se utilizarmos esse alcance para divulgar os produtos que mais vendem na loja virtual?

Teremos um aumento ainda maior e o resultado será ainda mais satisfatório, certo!

Foco nos mais vendidos do seu Sortimento

Sim caro leitor. O foco deve ser no seu top 10, talvez até top 5. Para iniciar suas vendas em um marketplace, seja assertivo nesse momento. Focando em itens campeões de vendas, você torna o potencial de triplicar os números muito grande.

Desta forma, você fortalece as vendas dos seus produtos-chave e consolida sua marca dentro dos marketplaces. E gradativamente insere novos itens ao sortimento de vendas para os marketplaces.

Mas, lembre-se. Foco em seus principais produtos. Os que vendem mais. Assim, sua loja não dispersa a atenção dos clientes vendendo de tudo. E o melhor, você pode trabalhar a sua cauda longa de maneira mais assertiva em seu site e transbordar posteriormente para os marketplaces.

Boas Vendas!

PS: Já está sabendo do nosso E-book? Nunca mais tenha um produto reprovado nos marketplaces, baixe já!