You are currently viewing O que é EAN e quando se deve utilizar esse código?

Para ter controle e saber de tudo que ocorre na sua operação é necessário estar atento a ferramentas, metodologias e documentos que organizem e forneçam essas informações.

No artigo de hoje vamos explicar tudo que você precisa saber sobre essa sequência de números tão importante para o seu e-commerce e que é utilizado pelo comércio eletrônico mundo afora.

O que é EAN?

Essa sigla que significa European Article Number, traduzindo diretamente para o português fica algo como Numeração Europeia de Artigos (ou Número de Artigo Europeu) é um código de barras composto por uma sequência de 13 dígitos que foi criado pela GS1 na europa.

Composto por uma série de barras verticais escaneáveis, o EAN 13, se tornou hoje em dia uma combinação universal que é utilizada ao redor do mundo todo, menos nos Estados Unidos e Canadá.

De modo bem resumido, ele pode ser definido como o CPF do seu produto, pois funciona basicamente como um documento de identificação, trazendo informações referentes à origem do produto no qual é estampado, como país e empresa onde foi produzido, além de um dígito que garante sua legitimidade.

Conheça o significado de cada uma das sequências dos 13 dígitos:

Apesar desses números variarem de acordo com a empresa e itens, o dígito verificador possui a finalidade de ajudar na segurança da leitura do código de barras. Além disso, somando todos os dígitos que fazem parte do EAN, o resultado sempre será 13.

O Brasil possui a sua sequência de origem estabelecida em 789. Ou seja, todo produto produzido em nosso país começará por esses três números.

Inclusive, existe uma lista extensa de marketplaces importantes que aconselham ou exigem a utilização do EAN, confira quais são alguns deles:

  • Americanas 
  • Magazine Luiza 
  • Submarino 
  • Centauro 
  • Extra 
  • Mercado Livre 
  • Shoptime 
  • Amazon 
  • Casas Bahia 
  • E muitos outros!

Para que o EAN serve exatamente?

Como qualquer outro código de barras, o EAN-13 serve para o controle interno das vendas de cada produto de uma empresa. Ele guarda dados super relevantes sobre seus produtos, o que permite ter uma organização maior no gerenciamento do seu estoque, mas não pode ser confundido com o SKU.

Além disso, ele também ajuda no rastreio do produto, afinal de contas se trata de um código exclusivo que não se repete e não pode ser reutilizado.

Confira alguns benefícios de se emitir o EAN:

Cross-border

Caso você precise exportar alguma mercadoria para fora do Brasil, é obrigatório a identificação do seu código EAN.

Impacta as suas vendas no Marketplace

Como foi explicado acima, não ter o código EAN em seus produtos pode limitar muito sua participação nesses canais de venda, e em alguns casos até afetando negativamente a visibilidade e posicionamento deles

Credibilidade e segurança

Ao utilizar esse código, você estará automaticamente assegurando a legitimidade do seu anúncio, pois produtos falsos não possuem EAN.

O EAN melhora o controle de estoque

Com a utilização do EAN, a probabilidade de envios equivocados diminui e, consequentemente, a necessidade de fazer logística reversa também.

Qual a diferença entre EAN e SKU?

Sim, nós sabemos que existem vários códigos que são utilizados no varejo, portanto queremos deixar muito claro a diferença entre esses dois em especial.

Antes de qualquer coisa, é bom lembrar que o SKU (Unidade de Manutenção de Estoque) é criado por cada lojista internamente e serve apenas como uma forma de identificar e classificar a mercadoria presente no seu estoque.

Além disso, ele não tem um tamanho previamente definido, vai depender de como você quer colocar o seu produto. Além disso, é possível utilizar tanto letras quanto números, diferente do EAN que só permite numerais.

Conclusão

Agora que você já sabe do que se trata o código EAN e como ele pode impactar positivamente suas vendas, melhor já começar a utilizá-lo a partir de agora em diante. Afinal de contas, estamos entrando em um dos momentos mais importantes do e-commerce dos últimos anos:

Black Friday + Copa do Mundo

Pela primeira vez em toda a história esses dois eventos de proporções mundiais vão ocorrer simultaneamente, e você lojista tem uma chance única de vender como você provavelmente nunca vendeu.

Porém, antes você precisa de algumas dicas de como se preparar para acertar em cheio nas estratégias de venda.

Recomendamos que você baixe agora nosso guia 100% gratuito de como aproveitar esse combo que promete abalar o final do ano no e-commerce.