A busca pelo aumento nas vendas faz com que empresas de diferentes portes corram atrás de oportunidades de crescimento. Uma delas é vender seus produtos em diferentes canais de venda, com a finalidade de alcançar o maior número de consumidores. 

Por canais de venda, entendemos loja física, loja virtual, marketplace, e independente de quantas formas de venda vão ser utilizadas pela empresa, todas elas precisam emitir notas fiscais.

A emissão pode ser uma tarefa simples quando são utilizadas as ferramentas corretas, como um ERP, por exemplo. Ele facilita a inclusão e emissão de cada nota para que este processo seja menos trabalhoso e mais ágil.

Vamos conhecer como emitir notas fiscais para o e-commerce e para lojas físicas?

Confira.

Emissão de notas fiscais para e-commerce

A nota fiscal deve ser emitida em todas as vendas realizadas no e-commerce, sendo em loja própria ou marketplace. Para o e-commerce, a mais comum de ser utilizada é a nota fiscal eletrônica, sendo uma forma de auxiliar no controle de estoques e dos impostos pagos em cada emissão.

É um documento importante, que oferece segurança para quem realizou a compra, visto que é solicitado em situações de troca ou ao acionar a garantia dos produtos comprados.

E você sabe o que é preciso para emitir notas fiscais para e-commerce? Separamos o que é essencial:

Ter um CNPJ 

Para emitir notas fiscais, é necessário que a empresa esteja formalizada na Receita Federal através de um CNPJ, que é a identificação de pessoa jurídica. 

Escolher um certificado digital

O certificado digital é fundamental para emitir notas fiscais, a não ser que estas sejam emitidas diretamente no site da Receita Federal. Cada empresa pode escolher o tipo de certificado que deseja utilizar, sendo que existem dois modelos: A1 (arquivo digital), que permite a emissão das notas em qualquer dispositivo com acesso a internet ou A3 (cartão ou token) que limita a emissão para o computador no qual é instalado.    

Habilitar a emissão de notas na Secretaria da Fazenda

Além da Receita Federal, também é preciso obter um registro junto à Secretaria da Fazenda do seu estado, para que seja possível fazer a emissão das notas. Caso tenha dúvidas sobre estes processos burocráticos, você pode verificar com seu contador.

Escolher um emissor para as notas fiscais

Com toda a parte burocrática resolvida, é preciso escolher um sistema que auxilie na emissão das notas e torne esse processo ágil.

O ERP é a ferramenta essencial para facilitar essa rotina, que pode tomar tempo desnecessário no dia a dia de uma empresa. Escolha um sistema que disponibilize funções que vão além da emissão das notas. Assim, você poderá otimizar o tempo de trabalho em outros processos da empresa, principalmente em operações omnichannel, ou seja, que utilizam mais de um canal de venda.

O Tiny ERP é um exemplo de sistema que pode ser utilizado para emitir diferentes tipos de notas, de forma simples e rápida. 

Emissão de notas fiscais para loja física

Os processos burocráticos para emissão de notas fiscais em loja física se assemelham aos referentes ao e-commerce. Na maior parte dos casos, a nota emitida em estabelecimentos físicos, para vendas presenciais com valor inferior a R$ 10 mil, é a NFCe.

Assim como a nota fiscal eletrônica, a nota do consumidor é um documento que garante a segurança da transação, facilitando processos de troca de produtos ou garantia. Além disso, é uma nota mais rápida de ser incluída, facilitando as vendas em lojas físicas.

Da mesma forma que no e-commerce, é preciso ter um CNPJ para a emissão das notas, estar autorizado na Secretaria da Fazenda para emitir notas fiscais do consumidor e ter um certificado digital. 

A maior mudança do e-commerce para a loja física é a forma de emitir as notas, através de uma ferramenta que facilite este processo.

O ERP é uma ferramenta que permite a emissão de diversos tipos de notas fiscais, e neste caso você pode escolher um que realize as emissões necessárias para seu negócio.

O Tiny ERP, além da nota fiscal eletrônica, possui um módulo de PDV, que permite a inclusão rápida de vendas utilizando atalhos no teclado. Ao finalizar as vendas, ainda é possível emitir a nota fiscal do consumidor, imprimir recibo ou compartilhar a nota via e-mail ou WhatsApp. 

Agora você já sabe quais são os processos burocráticos para começar a emitir notas fiscais, independente dos canais de venda que utilizar. Boas vendas!