You are currently viewing Negócios criativos: Ideias lucrativas para empreender

Abrir um negócio próprio pode ser a solução para a vida financeira, pessoal e para a carreira de muita gente! Se você deseja se tornar seu próprio patrão, é muito importante acompanhar algumas ideias de negócio para saber como montar a sua própria empresa. 

Neste conteúdo vamos trazer algumas ideias de negócio, falar sobre empreendedorismo online e os riscos e as oportunidades que o mercado empresarial pode proporcionar a você. Convidamos a acompanhar conosco até o fim!

Devo criar um negócio próprio?

Esta é uma reflexão que você deve realizar com sinceridade. A vida do empreendedor pode ter diversos prazeres e um grande retorno, mas ela também impõe grandes desafios que precisam ser levados em conta na comparação a uma vida como empregado. 

Uma regra de ouro diz que o “risco sempre é proporcional ao potencial de lucro”. Quando você abre um negócio próprio, as suas chances de lucrar e aumentar o seu patamar financeiro são muito maiores do que sendo um funcionário de alguém, já que a sua renda é condicionada ao seu salário. 

Por outro lado, ser empreendedor também torna você responsável pelo seu negócio e seus resultados – sejam eles bons ou ruins. Hoje, no Brasil, mais da metade das empresas não sobrevive dois anos em funcionamento. Você precisará se comprometer pessoalmente com o empreendimento e isso pode afetar diversas esferas da vida. Além de também haver o risco de que você não tenha sucesso devido a condições externas que não dependem de você. 

Diante disso, para minimizar seus riscos e aumentar as suas chances de sucesso, é importante escolher um bom modelo de negócio, que apresente um bom potencial de faturamento, por exemplo, a criação de um marketplace.

Como ter uma boa ideia de negócio

Um negócio de sucesso começa com uma boa ideia. Ela não necessariamente precisa ser inovadora e revolucionária, mas ela precisa se encaixar com as oportunidades que o mercado traz – ou criar a sua própria oportunidade. 

Para ter uma boa ideia de negócio, você pode tomar alguns pontos de partida para a sua reflexão. A primeira e principal delas é: que dores o seu negócio pretende resolver. Empreender é basicamente atender às dores e necessidades de alguém. Se você faz isso de maneira eficiente e lucrativa, pronto, você tem uma mina de ouro nas mãos. 

Uma vez que você pensa no problema que pode ser resolvido, você começa a refletir sobre tudo o que está em volta disso:

  • Para quem eu vou vender?
  •  Quais serão os meus custos? 
  • Como meu cliente gosta de comprar? 
  • Quem devem ser meus parceiros e fornecedores? 
  • Quais os trâmites burocráticos? 
  • Quem eu devo contratar? 
  • Entre outros.

Nichos de mercado em alta

Além disso, o mercado empresarial é como um organismo vivo. Ideias de negócio podem ser boas em um momento mas péssimas em outro contexto. Por isso, é sempre importante acompanhar quais nichos de mercado estão em alta e entender se eles podem ser aproveitados pelo seu negócio. 

A melhor forma de saber quais nichos estão em alta é acompanhar as notícias e os indicadores de mercado a partir de meios de comunicação especializados. Mas há outras formas de ficar atento: se um setor está mais contratando do que demitindo, ele está em alta ou está prevendo algum crescimento. 

Além disso, você pode contratar pesquisas de mercado ou consultorias que vão auxiliar a definir com mais clareza quais nichos podem ser os mais interessantes para você investir. Nos exemplos dos próximos itens, você verá alguns nichos atrativos para empreender.

Ideias de negócios digitais

Na atualidade, os negócios digitais são uma forma muito prática e lucrativa de empreender. Por isso, separamos as principais ideias de modelos de negócios digitais para você investir.

Loja online

Lojas online são um modelo de negócio que se consolidou definitivamente em nosso mercado. A estimativa é que só no Brasil existam pelo menos 930 mil sites de e-commerce, a grande maioria composta por lojas online de pequeno porte com até 10 produtos no catálogo. 

É um setor um pouco saturado, como você pode perceber, mas que sempre permite oportunidades de negócio uma vez que você não precisa estar fisicamente perto do cliente e as possibilidades de venda são praticamente infinitas.

Marketplace

O modelo de marketplace é uma verdadeira evolução do e-commerce tradicional. Afinal, a maioria das lojas virtuais de sucesso do mundo se transformaram em marketplace, por causa da possibilidade de crescimento que este formato de negócio apresenta. 

Hoje em dia, uma estratégia comum é vender em marketplaces existentes, como Americanas, Mercado Livre e Magalu. Porém, também é possível criar o seu próprio marketplace, com a ajuda de plataformas prontas como o Ideia no Ar. 

Neste modelo, você não oferece apenas produtos ou serviços próprios, mas também mercadorias de outras marcas. Dessa forma, você lucra com a venda dos seus itens e ainda recebe comissão dos outros lojistas cadastrados na sua plataforma. 

A grande vantagem é que criar um marketplace é um investimento escalável, pois os a custos não crescem na mesma proporção que a receita. Logo, à medida que a empresa cresce, ela se torna cada vez mais lucrativa. Dica: Quer descobrir como criar o seu próprio marketplace? Acesse já o checklist completo e gratuito!

Dica: Quer descobrir como criar o seu próprio marketplace? Acesse já o checklist completo e gratuito!

SaaS

SaaS é a sigla para Software as a Service (Software como Serviço, em português). O SaaS é a realidade da grande maioria dos softwares oferecidos hoje em dia aos clientes, que adquirem licenças ou pagam mensalmente pelos aplicativos que utilizam. É bem diferente de anos atrás, em que o cliente comprava uma mídia física (CD ou DVD) com o software (Software como produto).

Alguns exemplos interessantes de SaaS são sistemas de gestão empresarial, ERPs, CRMs e até mesmo plataformas de streaming como Spotify e Netflix.

Infoproduto

Infoproduto é quando a informação se torna um bem adquirível. No caso desta palavra, na maioria dos casos, trata-se da venda de cursos ou de entretenimento digital diretamente para outras pessoas. Casos muito comuns são cursos para concurseiros, vestibulandos e candidatos ao exame da OAB, produções artísticas independentes, oficinas de negócios, revisões e consultorias acadêmicas, entre outros.

Dropshipping

O dropshipping é um modelo de negócio comercial no qual o empreendedor atua como um intermediário de vendas entre o fabricante e o cliente final. 

A particularidade aqui é que o empreendedor não possui estoque próprio. Ele negocia mercadorias que ainda estão em posse do fabricante. Uma vez que os produtos sejam adquiridos, eles são enviados diretamente ao cliente final.

Produção de conteúdo

Muitas pessoas abrem negócios voltado à produção de conteúdo das mais diversas naturezas. Textos, fotos, vídeos, artes, gráficos em 2D e 3D, podcasts, trilhas sonoras e outros formatos de conteúdo multimídia. A maioria destes empreendedores começa de maneira solitária, mas ao ver o negócio crescer, fundam agências de conteúdo para aumentar a capacidade produtiva.

Consultoria online

As consultorias online também têm feito grande sucesso nos últimos tempos, tendo um boost ainda maior com a pandemia da Covid-19, um tempo no qual as pessoas começaram a fazer tudo de maneira remota.

Em síntese, pode-se fazer consultoria de absolutamente tudo. Mas as consultorias mais procuradas hoje são: consultoras de vendas, de negócios, de redes sociais, de imagem, de reputação, de logística, de eficiência produtiva, de estrutura operacional, entre outros.

Ideias de negócios tradicionais

Se você prefere empreender negócios tradicionais ou físicos, precisa ter em mente que pode estar perdendo vendas que poderiam ser feitas online. Porém, é possível unir online e offline visando o crescimento da sua empresa. 

Confira alguns modelos de ideias de negócios físicos:

Loja convencional

Nada de mais por aqui: uma loja física de portas abertas para o público. Contudo, as preocupações devem ser as mesmas de uma loja virtual: nichos de mercado, custos, segmentos de clientes, entre outros. Aqui vale destacar que a concorrência é um fator importantíssimo, em especial se ela estiver geograficamente próxima à sua loja.

Franquia

Franquias são um modelo de negócio já consagrado no mercado nacional, com crescimento constante há décadas. O modelo é relativamente simples: uma empresa detentora de uma marca vende os direitos de uso para um franqueado, que usa a marca seguindo seus padrões de qualidade, pagando quantias mensais ao franqueador. 

A vantagem para o franqueado, neste caso, é que ele oferece ao público produtos e serviços já conhecidos e com demanda comprovada, o que ajuda o empreendedor a pular a parte na qual ele precisa tornar-se conhecido. Além disso, franquias seguem padrões de qualidade e usam tecnologias que ajudam a melhorar os resultados tanto comerciais como gerenciais.

Freelancer

Este tipo de trabalho tem obtido grande demanda ultimamente devido à sua facilidade de entrada, a liberdade de atuação e horários, bem como a possibilidade de realizar diversas atividades simultaneamente. Neste rol entram atividades como motorista de Uber, entregador do iFood e similares, produtores de conteúdo e outros.

Que tipo de negócio dá mais dinheiro?

Todo negócio pode dar dinheiro ou pode falir, sem exceção. No entanto, alguns modelos têm sido mais lucrativos do que outros, na média. 

Por exemplo, no que diz respeito a negócios digitais, o modelo de marketplace oferece muito mais possibilidades do que o modelo de e-commerce convencional. Trata-se de um ganho de escalabilidade e também de redução de custos por meio de uma estrutura enxuta. 

Da mesma forma, quem é freelancer tem bem menos potencial de receita do que quem criou uma empresa que agencia os trabalhos freelancers. Esta é basicamente uma questão de quanto risco você está disposto a enfrentar e quais as suas expectativas de lucro.

Dica: saiba como escolher a melhor plataforma de marketplace para o seu negócio neste comparativo completo!

Dicas de como montar seu negócio

Veja um passo a passo de boas práticas que você pode seguir para montar um negócio de sucesso.

Monte o modelo de negócio

Como falamos em itens no início deste conteúdo, definir corretamente o modelo de negócio é fundamental. Siga as dicas que demos para pensar nos seus clientes, nos problemas a resolver e na forma pela qual a sua empresa irá faturar.

Defina sua persona

A persona é fundamental. Trata-se de um cliente ideal fictício, utilizado para servir de norte tanto para campanhas de vendas, como para campanhas de marketing. A persona é importante porque ela dá mais coerência aos posicionamentos da marca de acordo com os interesses do cliente, evitando confusões. 

Claro, para definir a sua persona é necessário entender a quem a sua empresa realmente pode atender com plenitude de satisfação. Não adianta nada criar uma persona que não tenha nada a ver com o negócio. Faça benchmark ou acompanhe os clientes nas redes sociais para ter insights práticos.

Escolha as estratégias de marketing

Igualmente importante é escolher as estratégias de marketing que vão ser utilizadas, não apenas para prospectar novos clientes, mas também para fidelizar os compradores que já escolheram a sua empresa.

É preciso definir alguns aspectos, como:

  • Orçamento; 
  • Canais; 
  • Linguagem; 
  • Duração das campanhas; 
  • Temáticas; 
  • Contratação ou não de parceiros; 
  • Análise de resultados; 
  • Entre outras.

Coloque sua ideia em prática

Mãos à obra! Agora que o seu negócio está bem delimitado, é hora de trabalhar. Lembre-se que será necessário lidar com os trâmites de abertura de empresa, modelos de tributação e toda a papelada necessária para começar um novo negócio. Se pintar dúvidas, consulte um advogado ou profissional de contabilidade.

Conclusão

O seu negócio pode representar a virada de chave da sua vida pessoal e financeira! Só lembre-se sempre de que empreender demanda esforço e responsabilidade, além de possuir riscos. Contudo, temos certeza que você estará muito bem preparado no momento em que decidir começar a sua nova jornada.

Lance seu shopping virtual: simples, prático e rápido 

Quer lançar seu próprio marketplace e ainda receber apoio de uma consultoria estratégica? Agende já uma conversa gratuita com equipe do Ideia no Ar!