You are currently viewing Black Friday e Copa do mundo, como aumentar as vendas nos marketplaces?

Um dos maiores diferenciais e qualidade que um lojista pode ter é a capacidade de aproveitar todas as oportunidades que aparecerem. Quando falamos sobre comércio, seja ele físico ou eletrônico (também pode ser os dois) isso se reflete, acima de tudo, nas datas sazonais. 

O período que ocorrem determinadas festividades ou feriados são ótimos para o e-commerce, pois o lojista e as marcas aproveitam a temática da data para colocar em prática estratégias de vendas. 

É melhor ainda quando levamos em consideração aqueles períodos onde existe a tradição de trocar ou dar presentes por parte de determinado grupo de pessoas. 

Em 2022 aconteceu algo inédito em toda história, uma soma de fatores que promete acarretar no final de ano mais lucrativo dos últimos tempos para o comércio, um é o maior evento esportivo do mundo e o outro é a data mais aguardada pelos consumidores e lojistas.

Black Friday e Copa do Mundo

Aposto que você deve estar se perguntando: mas por que é a primeira vez que isso acontece? 

É de conhecimento geral que o torneio intercontinental entre seleções de futebol é disputado a cada 4 anos e geralmente ocorre entre junho e julho, porém por conta das altas temperaturas no Qatar durante esse período do ano a FIFA acabou optando por mudar a data. 

Essa será a primeira em toda a história que a Copa do Mundo será disputada no final do ano, o que acabou se mostrando uma ótima oportunidade para o comércio como um todo, afinal esse evento movimenta a venda de uma série de produtos. 

Caso você não saiba, o início está marcado para o dia 20 de novembro e o término para o dia 18. Logo, não é exagerado afirmar que ele é uma extensão da Black Friday e também uma ponte para o Natal.

Como aumentar as vendas nos marketplaces durante a Black Friday e Copa do Mundo ?

Apesar do e-commerce ser de fato muito vasto e existir vários tipos, neste artigo vamos focar no modelo de negócio que representa por volta de 78% de todas as vendas feitas na internet, que são os marketplaces. 

Portanto, neste artigo vamos dar algumas dicas de como você pode aumentar a performance do seu comércio nessas plataformas, confira:

Entenda como foi a Black Friday de 2021

Para entender o presente temos que olhar o passado. Claro que a Copa do Mundo é um fator muito determinante, mas a Black Friday por si só tem suas próprias tradições e características. 

Portanto, iremos utilizar alguns dos principais dados retirados do relatório da All IN sobre como foi essa data no ano passado para ter uma visão geral maior.

Visitas:

O período no qual os consumidores começaram a procurar e entrar nos sites foi na segunda semana de novembro. Além disso, a Cyber Week, que é a semana que antecede a Black Friday, se mostrou uma ótima oportunidade para aquecer as vendas. 

Saiba mais: Cyber Monday – O que acontece depois da Black Friday

Categorias mais visitadas em ordem: 

  • Beleza
  • Saúde e Farmácia
  • Moda e acessórios
  • Casa e Construção
  • Decoração
  • Alimentos e supermercado
  • Bebidas
  • Moda infantil

Regiões que mais consumiram em ordem: 

  • Sudeste
  • Sul
  • Nordeste
  • Centro-Oeste
  • Norte

Visitas por dispositivo 

Não é algo recente que o mobile e os aplicativos se estabeleceram como o principal meio de compra online, porém em 2021 a diferença ficou bem acentuada: os desktops representaram 38.8% das visitas enquanto mobile abrangeu 61.1%

Identifique quais os produtos mais buscados na Copa do Mundo

Agora que você já sabe o que bombou na última Black Friday, vamos analisar do ponto de vista da temática da Copa do Mundo, pensando pelo lado de quais serão as principais demandas do consumidor. 

Claro que esse evento é responsável por impulsionar acima de tudo os artigos esportivos, como camisetas da seleção, bolas, chuteiras, meiões e luvas de goleiro, por exemplo, porém não se trata apenas disso. 

A Nielsen realizou um estudo em parceria com a Toluna no qual foram apresentadas algumas previsões interessantes sobre como a competição futebolística deve impactar a Black Friday. 

Confira algumas constatações que podem servir de insight para seu planejamento de vendas:

– O top 5 de consumos duráveis deve ficar da seguinte forma

1) Eletrodomésticos 

2) Celulares e tablets 

3) Roupas 

4) Notebook 

5) Móveis

Crescimento da presença feminina 

No estudo ficou bem claro que as mulheres prometem participar em peso das duas datas sazonais, porque elas representam metade dos respondentes que vão assistir a Copa, e mais de 40% delas afirmam ser fãs de futebol. 

Além disso, a pesquisa aponta que que 43% das mulheres estão se preparando para comprar nos períodos de Black Friday e Copa, e suas categorias de preferência são os eletrodomésticos e roupa.

Top 4 de consumos não duráveis 

De acordo com uma pesquisa da Meta Foresight, a Copa do Mundo realmente vai aquecer o comércio em diversos setores. Depois de categorias como vestuário e eletrodomésticos, os que os brasileiros mas pretendem consumir são justamente comida e bebidas para assistir durante os jogos, confira como ficou o ranking:

1) Bebidas alcoólicas 

2) Petiscos e salgadinhos 

3) Carnes para churrasco 

4) Chocolates e sobremesas

Elabore Kit de produtos

Agora que você já sabe quais são os itens mais buscados e comprados para esse período, está na hora de pensar em estratégias de venda, ou seja, torná-los ainda mais atrativos perante os olhos do consumidor. 

Para isso, recomendamos que você produza kits de produtos, que é aquela prática de se incluir vários produtos em um único produto. 

Caso você queira entender um pouco melhor vamos deixar uma vídeo aula curtinha e dinâmica sobre o tema aqui abaixo:

Usando a temática da Copa do Mundo você pode criar um kit com diversos itens que são complementares entre si, como juntar artigos esportivos em um único anúncio ou até mesmo itens de decoração relacionados as cores do Brasil. 

No final das contas, tudo vai depender de quão criativo e estratégico você pode ser.

Dica extra: tenha um hub de integração

Durante todo esse artigo te indicamos alguns caminhos para seguir e ideias para colocar em prática, portanto agora só depende de você! 

Porém, você não precisa de forma alguma fazer tudo sozinho e o indicado é que você tenha ao seu lado uma ferramenta para te auxiliar tanto na criação dos anúncios de todos esses produtos quanto na criação desses kits, e essa ferramenta é o hub de integração Plugg.To. 

Quer saber mais de tudo que ele é capaz e como ele pode de fato te auxiliar a aumentar as vendas nos marketplaces? 

Então recomendo que dê uma olhada no conteúdo sobre O que é um hub de integração e quanto custa? Vale a pena mesmo?