Como metodologia dos 3C’s auxilia a precificação de seus produtos

Neste artigo vamos falar sobre a metodologia dos 3 C’s, e como ela pode te ajudar nisso, principalmente se você está começando agora!

Hoje o maior desafio de muitas empresas é no momento de precificar seus produtos, principalmente na era de ofertas e descontos progressivos.

Certamente para quem está começando deve ser mais complicado ainda precificar seus produtos em marketplaces.

Aprenda como se tornar um vendedor Premium em marketplaces, baixe o ebook

No momento da precificação deve se levar em conta uma série de fatores, o que pode acabar se tornando um desafio muitas vezes.

Analisar seu público, faturamento, gastos com produção, tempo de fabricação, lucro percentual sobre a venda de cada produto, qual vende mais ou qual vende menos, análise da concorrência, etc.

Um tanto complicado parar para pensar nisso tudo né? Mas fique aqui que vamos te guiar!

Como a metodologia dos 3 C’s pode me ajudar na precificação dos meus produtos?

Para começar a pensar na precificação, deve se ter em mente 3 fatores:

  • Qual será o preço mínimo a cobrar pelo produto.
  • Qual será o preço médio dele?
  • E o preço máximo que será ofertado ao mercado.

Antes de começar a definir esses tópicos precisa considerar 3 coisas muito importantes e que são fundamentais para uma precificação justa:

Que fazem parte da definição dos 3 C’s

Como analisar os custos do seu produto e estabelecer um preço que bata de frente com seus concorrentes

Primeiramente é necessário fazer uma análise dos custos que geram a produção ou aquisição do seu produto, é importante que se atente não somente aos custos de mão de obra, mas também, o que irá gastar com marketing, trabalho da sua equipe, etc. O custo sempre será visto como uma despesa versus preço mínimo que você consegue manter.

Para ter um bom retorno financeiro é importante que escolha bem seus fornecedores prevendo o melhor custo-benefício, e também se atentar ao seu sistema tributário.

Após ter um parâmetro dos seus gastos, o próximo passo é avaliar a percepção do cliente diante do preço que irá estipular, você pode iniciar por uma pesquisa de preços nos seus concorrentes.

Veja quais são as ofertas mais atrativas, se o produto aparenta ter a mesma qualidade que o seu, quais as estratégias de venda o concorrente está utilizando, invista na publicidade do seu produto para que ele apareça mais atrativo, técnicas como uma boa descrição já podem fazer a diferença.

Hoje os preços são muito competitivos no mercado, alguns produtos são tabelados dependendo do segmento da sua empresa, por isso é de extrema importância a avaliação dos custos e estudo das estratégias dos seus concorrentes.

Já ouviu falar nos 4’Ps?

Os 4’Ps é uma metodologia estratégica muito utilizada no marketing e pode ser um divisor de águas no momento de se sobressair no mercado, ela não só ajuda a equilibrar seu negócio, como também, a manter a sua empresa viva na mente do seu público, assim consequentemente gerando mais renda.

Essa técnica é dividida em quatro pilares, sendo eles:

Produto, preço, praça e promoção

É necessário que se pense em cada um desses pilares individualmente, como se fossem fases de transição dentro da estratégia de venda que irá utilizar.

Ao pensar em produto, você deve fazer as seguintes perguntas:

  • Qual será a utilidade do meu produto para o cliente? Qual solução ele irá oferecer?
  • Quais atributos o meu produto deverá conter para ser um produto atrativo?
  • Qual a usabilidade dele?
  • Que aparência ele deverá ter?
  • Como ele será apresentado?
ilustracao-produto

Após responder todas elas você já terá uma noção da usabilidade do seu produto e saberá como atrair seu cliente para a oferta dele.

O segundo pilar não menos importante, é o preço:

  • Qual valor irá oferecer pelo seu produto?
  • Já existem referências de preços no seu segmento?
  • Seu público é sensível ao preço ou mais sensível à qualidade?
  • Como sua empresa será vista? Terá uma boa comparação diante dos concorrentes?
ilustracao-preco

Normalmente esse pode ser considerado um dos pilares mais importantes do marketing, já que é ele quem vai gerar receita para sua empresa, mas ao mesmo tempo que ele possa ser considerado importante, ele depende que os outros P’s funcionem para que não seja prejudicado.

Por isso também precisamos analisar com muita cautela a praça. É ela quem vai determinar a distribuição do seu produto e o alcance dele.

  • Onde seu cliente procura pelo seu produto ou serviço?
  • Qual a forma de acesso aos canais de distribuição que ele irá ter?
  • Qual será o tipo de esforço na venda?
  • Onde estão seus concorrentes?
ilustracao-praca

Definir a praça do seu produto corretamente significa que ele está sendo disponibilizado no local onde seu cliente está, o que garante em parte a visualização dele.

Mas é claro que para definir sua praça deverá pensar sempre nos pilares anteriores, não adianta escolher qualquer lugar de distribuição se o seu produto de repente apresentar alguma limitação que fizesse com que sua praça fosse mais restrita.

Ou de repente vender seu produto para venda em um lugar, com um preço onde o público daquela região não tenha uma renda suficiente para aquisição do produto.

Relembramos que toda a estratégia de marketing deve-se pensar em conjunto, para que tudo funcione da melhor maneira é necessário pensar que cada pilar depende um do outro para que seja uma estratégia funcional e completa.

Estando com seu produto definido, o preço mais adequado dentro do mercado e disponível onde o cliente está, chegou o momento de promover sua oferta e vender, o momento mais esperado dentro da estratégia, a hora da promoção!

  • Onde você vai anunciar seu produto?
  • Qual o melhor momento para a promoção dele?
  • Qual o padrão do mercado pensando nesse produto?
  • Qual a forma de planejamento e execução dos seus concorrentes na hora da promoção?
produtos

A promoção é sua estratégia de divulgação do seu produto ou serviço, seja ele on-line ou off-line, anúncios em pontos físicos, redes sociais, Google Ads, etc.

É uma estratégia muito utilizada para estabelecer um plano de marketing, de forma que prevejam ações com foco na solução de um possível problema e também como uma oportunidade de negócios.

O essencial em qualquer estratégia de marketing e precificação sempre será o foco no cliente e concorrência, sendo complementares. Logo, o lojista deve olhar para todas elas na composição do seu preço.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn