You are currently viewing Como categorizar produtos para anunciar nos marketplaces?

Você sabia que a categorização correta do seu produto pode ser responsável pelo sucesso das suas vendas dentro dos marketplaces?

No artigo de hoje não vamos apenas te explicar o que é essa prática e para que ela serve, como também vamos te mostrar algumas dicas de como você pode melhorá-la e, consequentemente, aumentar o seu faturamento nos canais de venda.

O que é a categorização dentro dos marketplaces?

Você já deve ter percebido enquanto navega pelos sites e marketplaces que todos os anúncios estão organizados dentro de categorias e subcategorias.

Por exemplo: Eu abro o Mercado Livre à procura de uma ferramenta, um alicate. Logo na página inicial tem a opção categorias e nela mostra de modo bem geral quais são os itens relacionados a esse universo comercializadas dentro do marketplace.

Lembrando: estamos falando de um e-commerce de catálogo aberto

Como eu pretendo achar algo específico, escolha a aba de Construção, e dentro dessa categorias existem diversas outras subcategorias, com diversos tipos de itens, por exemplo:

  • Encanamento
  • Materiais de obra
  • Mobília para banheiros
  • Mobília para cozinha
  • Pisos e rejunte
  • Energia
  • e outros

Na lista de produtos pertencentes à subcategoria Energia está lá o alicate e dentro do anúncio podemos ver que ele também estava ligado às seguintes categorias: Ferramentas e Medidores de eletricidade.

E é exatamente esse o poder da categorização correta, não importando o quão abrangente ou específico seja o seu projeto, quem estiver a procura vai achá-lo de alguma forma.

E o que acontece se fazer o processo errado?

Não só estará diminuindo a visibilidade dele e a qualidade da sua oferta, como também estará automaticamente deixando ela mais incompleta em comparação com a da concorrência.

Afinal de contas, uma vez que o item esteja na  categoria errada você não terá a possibilidade de preencher a ficha técnica completa do item.

Já parou pra pensar então que muitas das vezes que um produto se encontra estagnado pode ser pelo simples fato de que ele não está bem colocado no marketplace, os compradores não estão o achando.

Bem, agora que você já sabe qual o impacto da categorização correta dos produtos, vamos te passar algumas instruções valiosas de como tornar isso um triunfo do seu negócio.

3 dicas para categorizar o seus anúncios nos marketplaces

1. Se coloque no lugar do seu cliente

É um exercício de imaginação que deve ser feito para entender as formas de que seu produto pode ser buscado. Então tente imaginar se você fosse o comprador, qual seria o seu comportamento, o passo a passo de procurar o que quer comprar.

Leve em consideração que a maioria das mercadorias podem ser encontradas de muitas formas, como por exemplo, é mais pesquisado geladeira do que refrigeradores, ou TV do que Televisor. Uma boa forma de saber quais palavras listar é dar uma olhada no google trends.

2. Estude seus concorrentes

Grande parte das categorias de produtos são padrões, então caso você busque uma abordagem diferente pode acabar prejudicando bastante o seu anúncio, o fazendo perder visibilidade.

Portanto, sempre fique de olho nos concorrentes e nos principais canais para analisar qual é a estratégia utilizada. Procure por produtos similares ao seus e comece a entender como podem ser segmentados.

Caso você venda alicates, por exemplo, não o coloque em área com os eletrônicos, mas sim na seção de ferramentas e construção.

3. Crie uma rede de categorias que combine com o seu produto

Agora que você já sabe onde buscar inspiração e como construir a jornada do cliente, basta  escolher as categorias e subcategorias do seu produto dentro do marketplace

Não se esqueça que você pode colocar mais de uma segmentação durante a classificação da mercadoria. Então junte isso ao título e a descrição, e o seu anúncio se tornará perfeito.

Às vezes você tem um produto específico cuja categoria não existe no marketplace, então aí é preciso buscar buscar por divisões que se relacionem de alguma forma.

Um exemplo legal: Vamos supor que você queira vender um violão elétrico, mas não existe essa subcategoria no marketplace. Entretanto, você pode encaixar em uma das principais e mais tradicionais categorias, a de Instrumentos Musicais e Instrumentos de corda.

Conclusão

Em outras palavras, todo cliente que estiver procurando uma guitarra vai bater o olho no seu anúncio. Com a catalogação correta, você expande os horizontes do seu próprio negócio.

E caso você não saiba, agora nessa reta final de 2022 teremos um evento muito importante para o varejo digital, é o combo Copa do Mundo + Black Friday.

Como queremos que você esteja preparado para essa oportunidade única, estamos disponibilizando um verdadeiro guia 100% gratuito para download. Nele falamos sobre os seguintes temas:

  • Qual o contexto por trás dessa junção
  • O que leva essa Black Friday de 2022 ser a mais lucrativa de todas
  • Dicas de como usar esse combo Copa do Mundo + Black Friday para vender mais
  • Qual a ferramenta indicada para te auxiliar nesse momento