You are currently viewing O que é um hub de integração e quanto custa? Vale a pena mesmo?

Você já chegou em um ponto das vendas tanto em marketplace ou no e-commerce próprio que pensou: 

“Estou sobrecarregado, fazendo muitas coisas manuais que estão demandando um esforço e tempo que eu poderia estar investindo em outras tarefas?”

Se a sua resposta foi sim, então acho que isso é um sinal de que bateu na sua porta a necessidade de ter alguma ferramenta que automatize toda a sua operação, sincronize o seu estoque e proporciona uma maior otimização das suas vendas, e é exatamente isso que o hub de integração faz. 

Se você ainda não tem um e muito menos não sabe o que levar em consideração na hora de escolher o primeiro, fique tranquilo, pois a Plugg.To produziu um guia 100% gratuito e que vai servir como um verdadeiro guia para você saber o integrador ideal para o seu negócio.

Afinal de contas, quando se trata de algo tão importante quanto o bem estar financeiro do seu negócio, tomar uma decisão assertiva logo de cara pode agilizar o crescimento nas vendas.

Quanto custa um hub de integração?

Apesar de muitos lojistas terem essa dúvida, é impossível responder de maneira direta pois cada hub trabalha como uma precificação diferente. 

De modo geral, existem três métodos de cobrança adotados pelos integradores, confira quais são:

1) Porcentagem de vendas

Esse estilo é utilizado geralmente por lojas virtuais que possuem um ticket médio não tão elevado mas com um grande volume de vendas. 

Por exemplo, se a loja vende R$50 mil por mês e possui um ticket médio que gira em torno de R$50,00 o hub cobrando 1% o lojista deverá desembolsar apenas R$500,00. Entretanto, quanto mais você vender, maior será a porcentagem.

2) Volume de produtos vendidos

Usando exatamente os mesmos números do exemplo anterior, caso o hub de integração cobrasse R$1,00 por cada venda efetuada no e-commerce, ao final do mês o lojista pagaria cerca de mil reais.

3) Taxa fixa ou mensalidade

Nesse método, o hub de integração trabalha com planos anuais ou mensais, onde já é determinado tudo que o lojista terá ao seu dispor de acordo com o seu volume de vendas e faturamento.

Além disso, existem vários hubs que cobram valor adicional por funcionalidades ou até mesmo por marketplace integrado, ou seja, sempre que você quiser escalar o seu negócio e aumentar a quantidade de canais para se anunciar, será necessário pagar um tipo de “pedágio” para o integrador. 

Portanto, o indicado é que você compare os planos e o que é oferecido em cada um dos integradores, pois nem sempre o mais barato é o melhor. A longo prazo ele pode acabar limitando o seu negócio e em pouco tempo você já vai sentir a necessidade de fazer um upgrade para evitar a estagnação do seu negócio. 

Leve em consideração na hora que escolher o integrador aquele que oferece mais funcionalidades e formas de escalar as vendas inclusos no plano, de modo geral esse sempre acaba sendo o mais vantajoso. 

Por exemplo, o hub da Plugg.To integra com mais de 70 marketplaces e não cobra nenhum valor adicional por integração, ou seja, o cliente pode vender em quantos canais ele quiser sem pagar nem mais um centavo por isso.

Vale a pena ter um hub de integração?

Se você ainda está em dúvida se vale ou não a pena fazer esse investimento no seu negócio, ainda mais com datas sazonais importantes como a Black Friday chegando, resolvemos então listar três motivos básicos pelo qual essa ferramenta pode lhe ser muito útil. 

Leia também: Cobertura Black Friday 2022

1) Suporte 

Vender em um marketplace não é uma tarefa tão difícil, mas claro que merece muita atenção e esforço. 

Agora imagina que você quer expandir os negócios, ou seja, anunciar em vários marketplaces, afinal de contas os integradores possibilitam essa estratégia de venda. Porém, é importante levar em consideração que esses canais são organismos vivos que estão em constante mudança e evolução. 

Os melhores hub de integração possuem equipes de suporte e desenvolvimento que vão adaptar as suas vendas às novas exigências e sempre te atualizar de qualquer mudança que aconteça nesses canais. Mais do que uma ferramenta, um integrador de marketplaces é um parceiro para o seu negócio.

2) Funcionalidades

Um dos assuntos que nós abordamos no guia de qual hub de integração escolher é o fator das ferramentas inclusivas que os hubs podem oferecer. Afinal de contas, essas sim serão as responsáveis por te colocar num patamar acima em comparação com os concorrentes que não as tem.

Mas quais são elas?

  • Faturador de notas fiscais
  • Analytics de vendas Funcionalidades exclusivas com determinados marketplace (exemplo: quem vende no  Mercado Livre através da Plugg.To tem direito a uma série de benefícios únicos como navios de anúncios em massas, criação de mensagens automáticas para maior gestão do SAC, possibilidade de ter múltiplas contas)
  • Aplicações que permitem a criação de kit de produtos
  • Tabelas de preço

3) Seguranças 

Se o seu objetivo é ampliar seu negócio e aproveitar as altas demandas provenientes das datas sazonais, antes de qualquer coisa você deve estar preparado para isso, caso contrário a probabilidade de ocorrerem erros e contratempos nas suas vendas é altíssima. 

Como por exemplo os famosos furos no estoque, que é quando a quantidade registrada no sistema  não bate com as quantidades reais do produto. Isso geralmente ocorre quando o processo de atualização a cada disparo é realizado de forma manual. 

Ou seja, se você tem o desejo de expandir seu negócio para cada vez mais marketplaces e vender com múltiplos CNPJs, por exemplo, a única forma de fazer isso de modo seguro e organizado é utilizando um hub de integração. 

Ele é justamente indicado para empreendimentos de todos os tamanhos, desde grandes sites até lojistas que ainda estão iniciando a jornada de venda pela internet, pois essa ferramenta vai, acima de tudo, te ajudar enquanto você ainda não tem muitos funcionários ou recursos.

Conclusão

Bem, acho que ficou muito claro que pode passar vários anos e os hubs de integração vão continuar sendo a alternativa mais viável financeiramente e confiável para os lojistas otimizarem os seus negócios online. 

Além disso, vamos deixar a indicação de uma ferramenta muito completa, que é o integrador da Plugg.To! 

Como já citamos anteriormente, ele tem integração com 70 marketplaces e está disponibilizando uma demonstração ao vivo da plataforma, mostrando todos seus benefícios e interface. 

E aí, topa? o link está aqui embaixo, estamos te esperando!

Siga esse link para fazer uma demonstração do hub de integração Plugg.To.