You are currently viewing 3 Mitos e Verdades sobre Vender em Marketplaces

Hoje em dia é impossível falar de economia sem mencionar o e-commerce, devido a evolução tecnológica, o comércio está cada vez mais no virtual.

Isso aconteceu devido a tendência de compras online que surgiu junto do nascimento da internet, havendo a migração de diversas empresas para o espaço digital.

O crescimento do e-commerce estava ocorrendo gradativamente, mas acelerou devido a pandemia de Covid-19.

A velocidade dessa evolução é mostrada pela empresa Neotrust, que expôs em seu relatório o total de 78 milhões de vendas somente no primeiro trimestre de 2021, sendo um índice 54,7% maior se comparado ao mesmo período do ano passado.

ilustracao-crescimento-vendas-online

Neste tempo houve um faturamento de 35,2 bilhões, representando o crescimento de 72,2%, contrastando com o primeiro trimestre de 2020.

O que todos esses números querem dizer?

O e-commerce possui muitas oportunidades, devido às várias possibilidades de criar anúncios utilizando os meios digitais, e nele, há um nome que ganha enorme destaque: Os marketplaces.

Aliás, você sabe o que é um marketplace?

Eles são como uma galeria, onde várias lojas expõem suas vitrines para uma grande circulação de pessoas.

O investimento inicial é baixo, pois geralmente é cobrada apenas uma comissão pela venda de produtos, ou seja: Você só paga se vender.

Hoje em dia os marketplaces cobrem 78% das vendas dentro do e-commerce, e a previsão é que até o final do ano essas plataformas cresçam em 20%.

Contudo, com o seu surgimento, também apareceram algumas mentiras que podem mexer com a cabeça do lojista.

Por isso, aqui vão 3 mitos para você não perder oportunidades nos marketplaces:

1 - Não precisa investir no SAC

Pelo contrário, por não haver o contato direto com o vendedor, muitas perguntas podem surgir na mente do consumidor, e nem todas as respostas podem estar no anúncio.

Por isso prepare um time capacitado para resolver todas as dúvidas e chamados dos seus consumidores.

2 - Impossibilidade de competir com grandes marcas

Na realidade, exatamente por anunciar os produtos em várias vitrines é possível disputar com grandes empresas e conseguir se destacar no e-commerce.

3 - Não ter trabalho para vender

Sabemos que é preciso persuasão para convencer um consumidor a comprar um produto em lojas físicas.

Porém nos marketplaces a forma de persuadir o cliente é diferente, pois não são todos que entrarão em contato com o lojista antes de converter uma venda.

Para alavancar as vendas é preciso de um anúncio rico em conteúdo, com títulos e descrições bem feitas, além de uso palavras-chave na construção da oferta.

Geralmente, um título é composto por:

Nome + Marca + Modelo + 2 características principais

Existem diversos benefícios de vender nos marketplaces, porém é importante conhecer como realmente eles funcionam, saber como usá-los da melhor forma.

Por isso, conheça 3 verdades sobre vender em marketplaces

1 - É preciso desenvolver suas próprias estratégias de vendas

Há quem acredite que anunciar os produtos nessas vitrines não requer conhecimentos de gestão de vendas, mas isto é um erro!

Os marketplaces oferecem uma excelente estrutura, com investimentos em tráfego, plataformas para vendas e marketing, tudo o que o lojista deve fazer é aproveitar o ambiente para desenvolver o seu negócio.

2 - Aumento das vendas

Sabendo anunciar nos marketplaces, e aplicando estratégias de vendas, você consegue atingir muito mais pessoas e inclusive formar uma base de clientes fiéis, driblando a barreira demográfica.

3 - Cada vez mais o marketplace é usado em compras

Essas plataformas são hoje em dia responsáveis por 78% das vendas no e-commerce, e existe a tendência do aumento gradativo conforme os anos.

Uma pesquisa disponibilizada no Relatório Tendências para o E-commerce 2022, edição 1, feito pela empresa Market Review, mostrou que 49% dos entrevistados possuem a pretensão de realizar compras online no ano que vem.

Como consigo administrar o meu negócio em vários marketplaces?

ilustracao-dashboard-centralizador

Para manter suas vendas no topo e realizar de forma eficaz sua gestão, o ideal é utilizar um centralizador, para ter todos os anúncios em um só painel, e informações como:

Isso porque cada marketplace trabalha de forma individual, não realizando trocas de informações com os demais canais de venda, o que pode dificultar a gestão e alinhamento da sua operação.

É nessa etapa que podem ocorrer algumas falhas, como furos de estoque por exemplo.

Legal, mas como faço isso?

Para quem deseja vender em vários marketplaces e aproveitar o que o e-commerce tem de melhor, utilizar um hub de integração além de facilitar ações como o cadastramento e envio de anúncios, ele auxilia o lojista a conquistar a alta performance de vendas.

A Plugg.To é um exemplo de hub de integração, e pode ser considerada um verdadeiro aliado dos lojistas, converse com um especialista no assunto, e saiba mais!