You are currently viewing Gerenciador de marketplace é a mesma coisa que hub?

Para os lojistas que tem como objetivo escalar as vendas nos marketplaces uma hora ou outra será necessária a utilização de uma ferramenta que auxilia na gestão desses canais. Porém, uma das grandes dúvidas é saber escolher qual escolher. 

É justamente por causa dessa dúvida recorrente de muitos lojistas, principalmente acerca da diferença entre essas ferramentas que resolvemos produzir esse conteúdo. 

No decorrer deste artigo vamos sanar de uma vez por todas essa dívida e mostrar se de fato essas ferramentas são diferentes.

O que é um gerenciador de marketplace?

Quem vende em marketplaces a mais tempo sabe que a partir de determinado momento se torna inviável  manter uma operação sem de fato um sistema ou plataforma. 

Logo, na última década a quantidade de ferramentas cresceu na medida que esse modelo de negócio se expandia. A demanda por facilitadores era constante, e com isso surgiram novas aplicações; confira alguns exemplos:

Plataformas de e-commerce

Essas são as ferramentas que permitem o empreendedor criar sua própria loja virtual, personalizando da forma que ele quiser e possibilitando ter um nome em seu domínio. 

O grande ponto em torno desse sistema é justamente o fato de que muitas plataformas de e-commerce possuem integração com marketplaces, o que consequentemente acaba viabilizando a entrada desses sellers nesse modelo de negócio. 

O mercado dele se tornou bem amplo e hoje em dia é possível achar serviços que oferecem diferentes funcionalidades, vantagens, templates e valores. 

Contudo, ele é mais utilizado por aqueles que desejam construir uma marca própria do que surfar na onda de aproveitar a visibilidade dos marketplaces.

Split de pagamentos

Essa ferramenta é 100% voltada para gestão financeira, e a principal solução que ela traz é fazer de forma automática a divisão dos valores de todos os componentes que estão envolvidos na operação.

Mas quem são eles?

  • Lojista 
  • Fornecedores 
  • Plataforma de marketplace 
  • E outros recebedores que estiveram envolvidos

Com a otimização desse processo, toda a parte financeira do seu negócio vai ter mais segurança e ficará menos propícia a sofrer sofrer com falhas ou obstáculos provenientes de uma ação realizada manualmente. 

Saiba mais em: Split de Pagamento: como os recebíveis são divididos no marketplace

ERP

Também chamado de planejamento de recursos empresariais, é um tipo de software dedicado a ajudar a administração de negócios, principalmente os digitais e relacionados a varejo. 

Diferente tanto da plataforma de e-commerce, quanto do hub de integração, ele não impacta diretamente em estratégias ou performance de vendas, mas sim em toda a gestão do negócio para quem vende em pelo menos um marketplace. 

Ele consegue centralizar e automatizar algumas tarefas que dizem respeito à questão do estoque, fiscal e contábil do seu empreendimento. Ou seja, está ligado com a parte operacional mesmo. 

Alguns ERPs conseguem lidar com diferentes setores e tarefas; veja:

  • Emissão de nota fiscal eletrônica
  • Controle do estoque
  • Recibo e pagamento de contas
  • Gestão de colaboradores juntamente a ferramentas para o RH
  • Redução de riscos e falhas operacionais
  • Integração com marketplaces no qual as lojas estão integradas

Quer entender melhor a diferença entre o ERP e um gerenciador de marketplaces? Então não deixe de conferir a vídeo aula que preparamos sobre o tema:

Hub de integração de marketplaces

Finalmente chegamos a ele, o gerenciador de marketplaces, ou seja, a ferramenta que vai permitir de fato que você administre suas vendas através de um ou múltiplos canais da melhor forma, auxiliando no gerenciamento mas também levando em consideração a performance de vendas. 

Ele é a única ferramenta que de fato permite que você comande suas lojas a partir de um único lugar, um painel que funciona mais como um centro de operações e, dependendo do hub, lotados de dashboards, funcionalidades exclusivas e novos marketplaces para integrar.

Exemplo de como o hub de integração certo pode mudar a história do seu negócio:

Já pensou se você pudesse criar e subir anúncios em massa em diversos canais de venda ao mesmo tempo? 

Mais além de subir isso em massa, fazer forma automatizada, com estoques e preços completamente sincronizados entre si e centralizados em uma única plataforma, sem nenhum perigo como furos de estoque ou perda de controle dos seus pedidos.

Sem contar que, ao invés de aplicar descontos durante as campanhas, você pode produzir kits de produtos para movimentar seu estoque e, ao mesmo tempo, oferecer uma oferta mais atrativa para o consumidor. Com os dados do seu negócio completamente integrados, vender mais e melhor se torna uma realidade.

Mas qual gerenciador de marketplaces te permite fazer isso e outras tarefas?

Bem, agora que você já sabe exatamente o que um hub faz, que tal entender qual o melhor ou que faz mais sentido para o seu estilo de negócio nos canais de venda? 

Para isso indicamos o e-book 100% gratuito sobre: Como escolher o meu primeiro hub de integração; confira:

Nele falamos absolutamente tudo que você precisa saber para selecionar a ferramenta ideal, que vai tornar suas vendas através dessas vitrines mais escaláveis e otimizadas.