Você está visualizando atualmente Como vender em marketplaces em 2023?

Fazendo uma recapitulação de como foi o e-commerce em 2022, poderíamos indicar logo de cara um evento que impactou bastante todo o mercado, você sabe qual é? 

Foram em duas datas muito importantes que ocorreram de forma bem próxima no segundo semestre, a Copa do Mundo e a Black Friday. 

Com um faturamento de 6,15 bilhões, a Black Friday foi impactada tanto positivamente quanto negativamente por fatores externos, porém uma coisa é inegável, quem mais lucrou e se movimentou com ela foram os marketplaces. 

O sucesso do e-commerce é sobre aproveitar boas oportunidades, e essas plataformas de venda são as melhores disponíveis para lojistas de todos os tipos e tamanhos atualmente. 

No artigo de hoje vamos te mostrar como iniciar uma jornada nos marketplaces no ano de 2023. Seguindo todas essas dicas, o ano do seu empreendimento vai com certeza ser repleto de muito sucesso e crescimento.

Como foi o e-commerce em 2022

Vamos dar uma contextualizada sobre como foi o e-commerce no ano de 2022.

Confira alguns insights retirados diretamente da NuvemCommerce, o relatório anual sobre tendências do varejo digital produzido pela Nuvemshop Next e em parceria com a Plugg.To, Ecommerce na prática, Kongu, Omie e Pagar.me. 

Antes de qualquer coisa, é preciso deixar claro que não existe momento ruim para adentrar no universo das vendas pela internet, pois o Brasil tem uma projeção de crescimento anual de 20,6% até 2005. 

Além disso, umas das tendências que haviam se fortalecido cada vez mais através dos últimos anos e de fato se concretizou em 2022 foi a predominância do mobile sobre o desktop. 

A facilidade e otimização dos aplicativos impulsionou e fez o Mobile Commerce tomar a dianteira da disputa, representando cerca de 76% dos acessos e vendas, enquanto que o PC ficou com 23,8%. 

Os aplicativos ganham a frente na disputa de acesso! 

Já pensou que investir em marketplaces que possuem uma forte presença nesse modelo pode atrair mais rapidamente conversões e visibilidade?

Como vender em marketplaces em 2023?

Agora, vamos listar alguns pontos imprescindíveis para você que deseja começar a vender através dos marketplaces em 2023. 

Só para deixar claro, ainda não acabou os dados referentes ao ano passado, ao decorrer do texto vamos apresentando novos fatos e informações relevantes sobre o universo do e-commerce em 2022.

É possível vender nos marketplaces sem ter um e-commerce?

Antes de qualquer coisa, gostaríamos de deixar claro que, tanto uma pessoa que tem uma loja virtual, quanto uma que não tem, pode começar a vender nos marketplaces.

Claro que caso você já tenha um negócio no ambiente virtual tudo fica um pouco mais fácil, afinal os marketplaces e os e-commerces podem ser conectados e gerar uma grande parceria.

Porém, caso você não tenha, relaxe, esses canais vão te proporcionar uma estrutura muito completa e sólida e um equipe de suporte para iniciar sua jornada sem nenhuma dor de cabeça. 

Para começar a vender nos marketplaces é preciso, acima de tudo, três coisas:

  1. Produtos
  2. Tempo
  3. Dedicação

O tempo e a dedicação que você vai dispor para gerenciar seu fluxo de vendas é o fator determinante para dar o pontapé inicial.

O que vender nos marketplaces em 2023?

Se você já possui um e-commerce e tem um portfólio de produtos, é interessante encarar os marketplaces como uma chance de escalar no seu segmento, colocando seus anúncios em diversos canais que pertencem a esse nicho. 

Por outro lado, caso você ainda não tenha iniciado, separei aqui alguns segmentos que estiveram em alta durante o ano de 2022 e movimentaram grande parte das vendas no e-commerce: 

  • Moda e Vestuário 38% 
  • Saúde e Beleza 9,9% 
  • Jóias 3,9% 
  • Artesanato 3,9% 
  • Comidas e Bebidas 3,0% 
  • Casa e Jardim 2,7% 
  • Livros 1,4% 
  • Presentes 1,2% 
  • Eletrônicos 1,1% 
  • Produtos eróticos 1% 
  • Esportes 1%

Aposto que você ficou muito surpreso com a colocação de certos segmentos, mas é tudo uma questão de perspectiva. 

Quando olhamos para uma outra lista, a dos maiores ticket médio no-ecommerce em 2022 as coisas ficam diferentes: 

  • Eletrônicos R$ 614
  • Esportes R$ 418
  • Casa e Decoração R$ 409
  • Moda R$ 255
  • Saúde e Beleza R$ 243 Joias
  • R$ 226
  • Produtos eróticos215

Marketplaces mais acessados em 2022

Não se esqueça que o mercado é muito grande, e apesar de não terem aparecido por aqui, existem nichos altamente rentáveis e super engajados, como por exemplo o Geek e de Informática.

A partir da escolha do segmento de atuação, você pode começar a mapear aqueles plataformas que melhor combinam com ele. 

Veja quais foram os marketplaces mais acessado em 2022 de acordo com o último levantamento realizado pela Conversion

  1. Mercado Livre 
  2. Shopee 
  3. Amazon
  4. Lojas Americanas 
  5. Magazine Luiza

Lembrando que não existem apenas o de catálogo aberto, os nichos e regionais sempre serão uma ótima opção para quem busca fidelização e alcançar um público mais assertivo.

Quer aumentar sua gama de conhecimento de marketplaces? 

Não se esqueça então de conferir nosso ebook 67 marketplaces para você conhecer (e vender).

Esteja atento às datas mais importantes do e-commerce em 2023

Agora que você já tem em mente quais marketplaces começar a vender, que tal já começar a pensar em estratégias e até o planejamento das vendas durante o ano. 

Mas nada muito complexo e aprofundado, é claro. 

Não existe nada tão impactante nas vendas quanto às datas sazonais, feriados e festividades que ocorrem ao longo do ano, afinal são eles que impulsionam algumas demandas e criam o senso de necessidade de consumo na população. 

Por exemplo, época de Natal as pessoas vão comprar presentes, isso é um fato.

Logo, o seu primeiro passo como lojista é fazer essa conexão entre: 

segmento + marketplace + datas

Assim, você vai saber exatamente quais serão os períodos de maior atenção no gerenciamento das vendas. 

Aposto que você está se perguntando: Mas como vou saber quais são as datas mais relevantes para o e-commerce e o meu segmento? Fácil! com o CALENDÁRIO DOS MARKETPLACES 2023

Cadastre seus produtos

Escolheu o segmento de atuação, os marketplaces, as datas que pretendem investir? Então agora vem a parte divertida: CRIAR O SEUS ANÚNCIOS

Porém, você sabe exatamente tudo que é necessário?

Veja agora o que é preciso para fazer um bom cadastro de produto e, consequentemente, produzir um anúncio bom e otimizado:

  • Imagens 
  • Um título e descrição do produto 
  • Categorizá-lo dentro do marketplace 
  • Ficha técnica 
  • Indicar se existe variações do mesmo
  • Precificar corretamente
  • Indicar tamanho, peso e medida

  Acompanhe nossa aula para entender de uma vez por todas como fazer um anuncio de qualidade nos marketplaces:

O hub de integração pode ser a ferramenta que vai te ajudar

Já pensou se você pudesse escolher vender em qualquer e em quantos marketplaces quisesse? mas não de qualquer forma, e sim otimizada e com todos os canais integrados entre si? 

Um dos maiores desafios do lojista está justamente em conseguir gerenciar suas operações em diferentes lugares, porém existe uma forma de conectar tudo e é através do hub de integração. 

Quer entender melhor como funciona essa ferramenta e como ele é capaz de fazer essa centralização? Confira esse conteúdo

Não se esqueça de baixar nosso ebook Como vender em marketplaces, nele detalhamos melhor todo o processo burocrático que também envolve as documentações necessárias para entrar nos canais.

Já sentiu a necessidade de integrar em diversos marketplaces? Podendo criar e subir anúncios em massa de forma automatizada? Isso é apenas uma das inúmeras vantagens que o hub de integração Plugg.To possibilita. Somos o hub de integração de marketplace ideal para quem busca por uma operação mais escalável e otimizada nessas vitrines.