You are currently viewing Entenda as métricas do seu e-commerce

Os números atuam como ótimos indicadores para o sucesso ou não de um negócio. Isto é, quando eles não são medidos, perdemos a dimensão de uma estratégia e até de um produto ou serviço. E é nesse momento que percebemos a importância de entender as métricas do seu e-commerce.

As métricas podem ser aplicadas nos mais diversos setores de uma empresa, e pode ter objetivos diversos como encontrar dificuldades em alguma etapa do funil de vendas. Além disso, ela é uma maneira palpável de descobrir se as estratégias usadas por um setor funcionam ou não.

ilustracao-analise-metricas-ecommerce

Quando trabalhamos com e-commerce o tempo de erro deve ser o mínimo possível, já que um simples impedimento pode fazer com que o usuário realize a sua compra em outra plataforma. Por isso, acompanhar as métricas com frequência traz segurança para o negócio.

Métrica e KPIs

É comum confundir quando falamos de métricas e KPIs, ao contrário do que muitos pensam, eles não são a mesma coisa, e sim complementares.

As métricas são uma forma de mensurar e monitorar as estratégias dentro de uma empresa. Elas os transformam em índices e permitem a interpretação de números como taxa de rejeição e custo de aquisição por clientes.

Por outro lado, os Indicadores de desempenho (KPIs) mostram e avaliam o desempenho da organização. Isto é, através das métricas são elaborados números a partir de resultados desejados pela empresa.

Conheça 6 métricas importante para o seu e-commerce

Por isso, para iniciar um processo de mapeamento dos números do seu e-commerce, veja 6 métricas para utilizar:

Ticket médio

O ticket médio é um indicador de desempenho que mostra o valor médio dos pedidos que são realizados no seu site. Essa métrica ajuda a entender quantos clientes são necessários para atingir algum número específico.

Na hora de calcular basta utilizar a fórmula:
Ticket médio (R$) = soma do valor das vendas / número de vendas feitas

Para saber se o ticket médio é satisfatório para a empresa é preciso analisar outros números como, por exemplo, os custos de aquisição de clientes e os valores gastos em cada venda.

ilustracao-calculo-ticket-medio

Apesar de ser um indicador único, isto é, cada empresa tem um valor específico de acordo com os seus produtos, buscar referências de ticket médio pode ser interessante. Conhecer o número dos concorrentes pode ajudar a encontrar novas soluções para aumentar o seu indicador.

Taxa de conversão

Além da quantidade de acessos no site, outro ponto importante é que esses usuários estejam concretizando suas compras, e nesse momento entra a taxa de conversão.

Ela mostra quantos visitantes estão realmente consumindo algum produto ou serviço da sua empresa, ou seja, se tornando clientes pagos. Além das vendas, também são consideradas conversões atos como inscrição em newsletter e captura de leads em landing pages.

As conversões vão fazendo com que o cliente seja conduzido pelo funil de vendas, chegando até a etapa final da compra. Entender esse processo é importante para conhecer fraquezas e forças da sua estratégia de vendas e marketing.

Para calcular a taxa de conversão pode- se usar a fórmula:
Taxa de conversão (%) = número de vendas ou ações realizadas / número de total de visitantes do site no período avaliado x 100

Outra métrica que pode ajudar na hora de identificar os problemas é a taxa de rejeição. Com ela é possível saber como o cliente se comporta dentro do seu site e assim tirar conclusões para otimizar o processo.

Carrinho abandonado

Esse indicador é importante para conhecer as dificuldades dentro do seu e-commerce. Ela atua quando o cliente visita o site, adiciona um produto ao carrinho de compras mas não finaliza esse pedido.

São diversos motivos que podem fazer com que isso aconteça, até uma mudança de opinião por parte do consumidor. Entretanto, ela também pode indicar problemas na etapa como frete muito alto ou sistema de pagamento não efetivo. Para saber essa porcentagem basta usar a fórmula:

Carrinho abandonado (%) = número de pessoas que incluíram um item no carrinho / número de pessoas que concluíram a compra x 100.

Sessões (visitas)

Para vender é preciso que os clientes acessem o seu site, certo? Por isso, acompanhar as sessões é importante para um mapeamento. Vale lembrar que uma sessão é o conjunto de ações que o usuário faz no seu site.

Um exemplo da importância do acompanhamento dessa métrica são os e-commerces que tem uma variação grande no número de acessos em épocas do ano não sazonais. Isso pode ser ocasionado por algum elemento específico e, assim, é possível entender esse motivo.

ilustracao-visitas-no-site

Uma dica é separar as vistas por origem de canal, por exemplo, orgânico, anúncio e mídias sociais. Todos esses dados são valiosos na hora de organizar uma estratégia de vendas e entender como conseguir melhorar o número de sessões.

Custo de aquisição de clientes (CAC)

Também conhecido como CAC, o custo de aquisição de cliente é a soma dos investimentos feitos para fazer do usuário um cliente, ou seja, até que ele concretize uma compra.

Essa métrica mostra a média de valor investido nesse processo.
A fórmula é: CAC (R$) = Total de investimentos de uma estratégia / número de clientes conquistados.

Vale lembrar que os investimentos incluem a folha salarial da equipe, ferramentas usadas no dia a dia, gostos em anúncios, etc.

ilustracao-pagamento

Ou seja, um CAC baixo mostra que a sua estratégia de aquisição de clientes está correta, enquanto se o custo for maior que o gasto médio, será preciso analisar quais são as fraquezas desse processo.

Custo por clique (CPC)

O CPC é uma das métricas mais famosas no mundo do Marketing Digital. Ela é utilizável quando falamos em campanhas pagas, já que quando trabalhamos com anúncios cada clique tem um valor.

Se o CPC da sua campanha estiver baixo, ou seja, muito dinheiro investido e poucos cliques, pode ser que existam alguns problemas no seu anúncio.

5107067 artboard 1 copy

Um exemplo de questões que afetam esse número é a relevância da campanha e a conformidade entre palavra chave, anúncio e a página de destino. A fórmula para essa métrica é:

CPC (R$) = custo total de cliques / nº total de cliques

Entender as métricas do seu e-commerce é se posicionar de maneira ativa para conhecer os problemas e dificuldades do seu negócio. Assim, buscando as melhores estratégias para oferecer a excelência, seja no produto recebido, na usabilidade do site e até no atendimento prestado pela loja.

*Este artigo foi escrito pela equipe DNA Comunicação