You are currently viewing O que é SKU

A organização pode se tornar uma etapa complicada do seu negócio se você não realizar esse passo de maneira adequada. Por isso o SKU (unidade de manutenção do estoque) existe.

Para simplificar o dia a dia do seu negócio, otimizar tempo e evitar desperdícios.

Por conceito, o SKU é uma classificação de tipo de estoque, onde através de um código bem estruturado é possível identificar características do produto, e assim tornar mais fácil a identificação e controle durante a operação.

Ainda está difícil visualizar o que é o SKU? Olhe este exemplo gráfico!

infografico-exemplo-sku

Apesar de serem semelhantes, o código SKU usado para identificação consegue de forma visual separar esses dois itens e tornar muito mais fácil a vida do vendedor que irá até o estoque buscar pelo item.

Ao invés de abrir 100 caixas procurando um par de botas, ele só precisa identificar o código e de forma mais assertiva encontrar o item no estoque.

Impactos do SKU no seu negócio

Quando organizado e padronizado corretamente, o código SKU é capaz de otimizar e tornar muito mais fácil a expansão do seu negócio.

Isso porque ele não ajuda só em operações físicas, entre as transações online, o SKU bem planejado faz toda a diferença.

O que acontece quando eu não utilizo o SKU

Trabalhar sem um código SKU é como guiar o negócio em um eterno achismo, imagine que quando não padronizado e agrupado todos os seus produtos irão ter códigos diferentes, misturando letras, números e caracteres.

Só de imaginar todos esses atributos já dá um nó na cabeça, né?

Se você precisar criar um relatório ou rapidamente encontrar um item no estoque, que tem por composição um código como este, essa ação pode se tornar um desafio digno de onde está o Wally

Já nas vendas online, os prejuízos são maiores. A não padronização e utilização do código SKU impossibilita que você utilize uma ferramenta de integração corretamente, o que pode acarretar em uma série de falhas e furos de estoque.

Benefícios de utilizar o SKU

Agora que você entendeu tudo o que pode acontecer quando você NÃO utiliza um SKU, é o momento de você saber por que você deve implementar ou aprimorar os seus códigos SKUs hoje mesmo!

Vamos para a lista de benefícios:

icone-estoque

1 - Sem perdas no seu próprio estoque

Além da organização, um ponto importante é a geração de relatórios. Você já tentou organizar várias informações perdidas em um único local?

É bem difícil, e por isso que muitos lojistas não conseguem criar relatórios assertivos do que eles possuem em seu próprio estoque

icone-digital

2 - Preparar o seu negócio para o digital!

Com os SKUS bem organizadinhos, você consegue implementar sistemas que te permitam vender em mais canais, além da loja física sem se perder em um estoque bagunçado.

icone-produto

3 - Ajuda o seu negócio ser mais produtivo

Já imaginou sua loja cheia e você perdendo horas tentando encontrar um produto? Ou mais desesperador ainda: Faltando pouquíssimo tempo para o fechamento dos Correios e a caça do produto no estoque virar uma missão impossível?

Com os SKUS fica muito mais fácil de encontrar produtos, seja visualmente ou através de um sistema.

Como fazer um SKU matador

Com tantos benefícios, você deve estar se perguntando: Certo, como eu faço um SKU? Diferente do EAN, o SKU é feito pelo próprio lojista, não vem de fábrica, como o código de barras.

O SKU não é obrigatório em alguns canais, porém a falta desse código ou a confecção mal feita podem gerar desconfortos desnecessários.

Por isso, aprenda agora a fazer um SKU matador

Entendendo a lógica por trás do código SKU

O código SKU é feito a partir das especificações de um produto, então é importante criar abreviações e padrões que o seu quadro de funcionários entendam!

Supondo que você venda violões, e quer criar um código SKU do seguinte modelo:

imagem-violão-folk-tagima- cordas-de-aço-12-cordas
Violão Folk Tagima cordas de aço 12 cordas

VF – Violão Folk
TA – Tagima
CA – Cordas de Aço
12c – 12 cordas

Logo, o seu código SKU ficaria: VFTACA12C

Cuidados na criação do SKU

Lembre-se sempre de manter o padrão durante a criação do SKU, não utilizando caracteres especiais e aleatórios, que dificultam filtrar essas informações e complicam a visualização.

“Mas eu já utilizo SKU, é aquele número que vem no código de barras do produto”

Você não está utilizando um SKU, você tornou o EAN, os 13 dígitos que compõem o código de barras em um SKU, e isso não é bom!

Porque não utilizar o EAN como SKU?

O código EAN vai contra a lógica da criação de um código SKU, ele identifica através de números 13 dígitos a origem do produto, funciona como um RG, ele inclusive possui uma forma própria de ser confeccionado.

Quais são os 13 dígitos que compõem o EAN?

Quais são os 13 dígitos que compõem o EAN?O EAN é dividido em quatro partes, sendo elas:

  • Origem do código de barras
  • Empresa fabricante
  • Produto por ela produzido
  • Dígito Verificador
imagem-ean

Em uma analogia simples, o EAN funciona como um RG, uma vez que ele identifica o produto a nível internacional.

Para um controle a nível de empresa, o ideal é a utilização do código SKU, que pode ser criado de acordo com um padrão da companhia e é de fácil visualização já que em um conjunto de letras e números é possível identificar o produto e modelo em questão.

Integrações em Marketplaces e SKU, entenda a relação!

Para explicar bem este assunto, vamos fazer uma analogia.

A internet possui vários canais de venda, como se fossem ilhas, porém esses canais não conversam entre si.

Qualquer informação que você deseja compartilhar você precisa ter uma ponte ou tentar arremessar esse dado para a outra ilha, com altas chances dessa informação cair no mar e se perder.

Quando você tenta vender um mesmo produto, com o mesmo estoque em vários canais diferentes é exatamente isso que acontece.

As chances de vender em um canal e ao mesmo tempo vender o mesmo item em outro e gerar problemas de estoque são enormes, e com isso prejuízos como:

Só aumentam, e uma maneira de você construir a ponte perfeita para a transição dessas informações é unindo: SKUs bem organizados e estruturados + Ferramenta de integração

Como isso funciona na prática?

Ainda na mesma analogia das ilhas e pontes. O integrador serve como a ponte, e os SKUS são as informações.

Integrando os seus canais de venda nessa ferramenta, você cria uma ponte estável onde informações como vendas e decremento de estoque são notificadas em tempo real e já atualiza o estoque em todos os marketplaces, evitando transtornos com um alto volume de vendas.

O que acontece quando os SKUS estão bagunçados?

Para a comunicação entre os diferentes canais acontecer, é necessário que os SKUs nos múltiplos marketplaces sejam iguais.

Pois é realizado um “match”, simplificando:

É como se os marketplaces falassem línguas diferentes, o integrador que está no meio é o tradutor, mas para conseguir realizar uma boa transcrição do que está sendo dito é necessário que todos os produtos se comuniquem com o seu respectivo SKU.

Caso contrário, a não assimilação do SKU e produto podem gerar falhas no estoque do mesmo jeito.

CONCLUSÃO

Investir um tempo fazendo SKUS bem estruturados só traz benefícios para o seu negócio, além de permitir a organização e otimização no seu dia a dia.

SKUs atrelados aos integradores de marketplace são verdadeiros passaportes para a sua loja ir mais longe.

Assista ao vídeo completo sobre SKU

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn