You are currently viewing O que é Drop Off?

Com o crescimento acelerado do comércio digital, a logística de entrega vem sendo cada vez mais colocada em pauta como um ponto a ser discutido e observado na hora de pensar em formas de melhorar os empreendimentos online.

Essa pauta se viu mais presente do que nunca após uma recente pesquisa realizada pela NielsenIQ, relatar que segundo os próprios consumidores a velocidade de entrega se tornou a principal prioridade a ser analisada quando fazem compras online.

O que acaba explicando, de certo modo, o sucesso e a relevância que os marketplaces possuem no panorama geral do comércio digital no Brasil é, acima de tudo, a questão da entrega.

ilustracao-produto-drop-off

Segundo UPS Pulse of the Online Shopper, realizada em 2019, que tinha como objetivo avaliar os hábitos de compra do consumidor desde a pré-compra até a pós-entrega, dos compradores que já fizeram pedidos de produtos em marketplace, 90,7% deles afirma que a experiência de compra nestes canais foi “boa” ou “ótima”, ressaltando a precisão do produto recebido e o prazo de entrega rápido como fatores positivos.

Logo, o Drop off nada mais é do que uma modalidade de entrega que consiste em os vendedores entregarem a mercadoria vendida online em um ponto de coleta para o próprio cliente buscar o item.

Alguns marketplaces, como a Magalu e o Mercado livre, passaram a adotar o Drop Off como uma alternativa para reduzir os prazos de entrega. Já que, na prática, os correios e transportadoras não precisam fazer a retirada do produto, o que acaba sendo a parte mais demorada do processo de entrega.

ilustracao-buscar-produto-drop-off

Mas onde fica o produto que foi pedido?

Quando o cliente faz o pedido pela internet, o vendedor precisa deixar a mercadoria que foi vendida em um local predeterminado antecipadamente. Esses lugares podem ser lojas físicas ou lockers, que são os armários inteligentes.

Geralmente o ponto de retirada mais requisitado são as lojas e para o comprador retirar o produto basta levar e apresentar um documento de identificação.

Benefício desse modelo para empreendedores

Ok, ficou claro que se trata de um modelo de entrega bom para o cliente por conta de sua rapidez e agilidade, mas quais são seus benefícios para os vendedores?

Redução de frete

Isso é algo que atrai mais consumidores, pois a maioria das pessoas que compram online querem receber o produto da forma mais rápida possível, mas sem a necessidade de pagar fretes caros. A longo prazo, pode aumentar suas vendas.

Prazo de entrega mais curto

Atende a principal demanda requisitada pelos clientes ao mesmo tempo que ajuda no bem estar financeiro do seu negócio. Se o tempo é dinheiro, com entregas mais rápidas você vende mais em muito menos tempo.

Bom para o meio ambiente

Existem muitas empresas que são ligadas ou pelo menos estão atentas a formas de ajuda na redução da emissão de gases poluentes. Sem a necessidade de utilizar veículos na entrega, isso demonstra que seu negócio está tendo responsabilidade ambiental e, ainda por cima, está alinhado a uma pegada mais sustentável.

Exemplos de varejistas que oferecem o serviço de Drop Off

Apesar de ainda ser tratado como uma tendência no Brasil, alguns canais de venda grandes já estão disponibilizando esse recurso para seus lojistas, venha saber quais são algumas delas:

1. Magazine Luiza

Pioneira em várias áreas do comércio digital, em 2021 foi criado o Agência Magalu, um programa cujo objetivo é fornecer Drop Off nas lojas físicas da empresa. No final do mesmo ano, a companhia habilitou 250 unidades como pontos de retirada e coleta e já contabiliza mais de 3 mil vendedores parceiros usando o serviço.

2. Americanas

Outro exemplo de marketplace que está apoiando a expansão desse recurso no Brasil é a Americanas. Segundo o balanço do 3º trimestre, a empresa declarou que pretendia atingir a meta de 800 pontos da Agência Americanas Entrega, que é o setor especializado na modalidade, até o final de 2021.

3. Mercado Livre

Por fim, outra grande companhia que iniciou cedo a investir em Drop Off é o Mercado Livre. Desde setembro de 2020, a empresa conta com pontos para os lojistas parceiros depositarem seus produtos. Eles recolhem o produto e realizam a parte final da entrega ao consumidor.

Omnichannel

O Drop Off conversa diretamente com a tática de venda Omnichannel, que é indicada como uma das tendências do E-commerce em 2022.

Nele, é indispensável a ideia de uma empresa que procura atender a todos novos hábitos dos consumidores ser multicanal. A técnica de integração de canais é muito útil para melhorar a experiência de venda para o cliente e ao mesmo tempo fidelizá-lo.

ilustracao-cliente-fidelizado

Ao ser uma combinação do ambiente físico com o digital, isso torna o Drop Off um diferencial que está na vanguarda das tendências do mercado que a cada dia mais busca otimizar e melhorar a experiência de compra do consumidor.

Conclusão

Podemos dizer que o Drop Off junta o melhor dos dois mundos: ele ajuda não apenas o empreendedor, mas também grandes companhias a vender mais e melhor enquanto que, paralelamente, eles investem em sua expansão por ser justamente uma tendência que está alinhada com os desejos dos consumidores modernos.

Gostou desse artigo? Quer ficar por dentro de mais conteúdo sobre comércio digital, e-commerces e marketplaces?

Continue lendo o blog da Plugg.to.

Além disso, se você quiser saber de forma mais aprofundada como começar a vender em marketplaces, não deixe de acessar nossos Ebooks gratuitos contando tudo sobre esse modelo de negócio.

Facebook
Twitter
LinkedIn